Energia solar leva luz elétrica a comunidades isoladas
6 de julho de 2015
JN testa eficiência de dispositivos movidos a energia solar nas ruas
20 de julho de 2015
Show all

Energia elétrica em comunidades isoladas é fundamental para melhoria na qualidade de vida das pessoas. Mas como promover e garantir o acesso?

Small village with wooden buildings in a valley with fields and forests

Um levantamento feito pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) junto às distribuidoras de energia mostrou que somente no Brasil existe mais de 1 milhão de residências sem acesso à energia elétrica.
Se considerarmos os dados mundiais divulgados no relatório da PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) este número chega a 1,3 bilhões de pessoas. Existem países no subcontinente africano onde 74% da população vive sem energia. Isso é mais do que 1 em cada 5 pessoas que vivem em nosso planeta.

Muitas comunidades com milhares de pessoas vivem em condições precárias. Para fazer uma refeição, muitas vezes precisam caminhar quilômetros para coletar lenha, água, processar os alimentos manualmente e cozinhar em fogões à lenha. Isso muitas vezes gera graves problemas respiratórios por causa da inalação da fumaça, bem como incentiva o desmatamento.

O acesso à energia traz melhoras significativas para a sociedade, não só promovendo qualidade de vida e bem-estar, mas também propicia:

  • Acesso à educação, ao permitir que as crianças frequentem à escola ao invés de se ocuparem com tarefas domésticas, tenham acesso à computadores, possam estudar após o anoitecer, tenham uma melhor percepção do mundo e potencializem seu aprendizado.
  • Melhorias na saúde a partir da disseminação de informações e cuidados com higiene, ampliação dos serviços médicos e de vacinas (muitas delas necessitam de refrigeração), redução do índice de mortalidade relacionado à intoxicação em ambientes fechados com uso de fogões a lenha, biomassa e carvão.
  • Permitir iluminação de áreas públicas e consequente aumento na segurança das pessoas.
  • Maior expectativa de crescimento econômico e desenvolvimento de novas fontes de renda.

Chega a ser difícil acreditar nestes dados em um mundo tão globalizado e desenvolvido em tecnologia.

Mas existe solução?

Atualmente geradores movidos à combustível fóssil são muito utilizados para suprir parte da demanda de energia, no entanto estes geradores possuem um alto custo de manutenção, emitem ruídos, necessitam de abastecimento frequente, são poluentes e provenientes de fontes não-renováveis.

Uma alternativa viável, limpa e sustentável, é a utilização de fontes de energia renovável a partir de sistemas isolados para levar energia elétrica para estas localidades. Sistemas fotovoltaicos que geram energia elétrica por fonte solar, são uma excelente alternativa.

O Sol é uma fonte poderosa de energia e a principal fonte de energia da Terra. O aproveitamento da energia gerada pelo sol, a qual é inesgotável, tanto como fonte de calor quanto de luz é uma das alternativas energéticas mais promissoras para suprir as necessidades de geração de energia.

Os sistemas fotovoltaicos podem ser instalados de forma autônoma, permitindo o armazenamento de energia em baterias estacionárias para posterior utilização, ou utilização em períodos onde não temos incidência da luz solar. Com certeza a geração de energia elétrica por fonte solar em localidades distantes, ou que não possuem acesso à rede de energia é uma solução viável, segura e que pode melhorar e muito a vida de milhares de pessoas.

 

Energia solar para comunidades isoladas

Oca Energia
Oca Energia
A Oca Solar Energia é uma empresa especializada em Capacitação, Treinamento e Consultoria em energia solar fotovoltaica. Nosso vasto know-how na comercialização, gestão de projetos e instalação de sistemas fotovoltaicos conectados (on-grid) e autônomos (off-grid) nos permite oferecer aos nossos clientes uma abordagem realista de todos os aspectos técnicos e de negócios relacionados à energia solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *