Inversor de frequência e soft-starter em comandos elétricos: entenda a diferença

Para os estudiosos da área de eletricidade e comandos elétricos, o assunto do blogpost de hoje, é para sanar algumas dúvidas. Inversor de frequência e soft starter são a mesma coisa?

A resposta é “não”! Eles não são a mesma coisa, e ao continuar a leitura você vai entender a diferença!

Muitos profissionais, principalmente os que estão no início de sua carreira, com frequência, ficam na dúvida sobre qual dispositivo usar em determinada situação.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que com a evolução tecnológica e a necessidade de aperfeiçoar processos industrias, foram desenvolvidos equipamentos capazes de substituir métodos de partida convencionais.

Assim, foram criados outros métodos que permitem não só uma partida/parada, assim como o controle de velocidade do motor durante todo o seu tempo de funcionamento. 

Ao mesmo tempo, surgiram o inversor de frequência e soft-starter.

Qual é mais barato e terá a função necessária para a minha aplicação? Qual é mais fácil de usar? Quando posso usar um ou outro?

Vamos aprender sobre tudo isso, agora!

O que é um inversor de frequência e quais as vantagens ao utiliza – lo?

Inversores de frequência(também chamados de conversores de frequência), é um dispositivo eletrônico capaz de controlar a velocidade de um único motor, durante toda sua operação.

Em outras palavras, ele tem como principal função alterar a frequência da rede que alimenta o motor.

Isso permite que este trabalhe em diferentes velocidades, sem a utilização de meios mecânicos, como polias, válvulas e redutores.

inversor soft starter

Dependendo dos modelos oferecidos pelos fabricantes, o inversor de frequência controla não só a partida, mas também a frenagem, frequência máxima e mínima, monitora a corrente elétrica, além de proteger o motor por meio da determinação da corrente nominal.

O uso de conversores de frequência é mais comum na área industrial, contudo você pode vê – los aplicados em elevadores, escadas rolantes, trituradores, misturadores, etc., onde a velocidade precisa ser mantida, apesar das variações de carga.

Podemos, por fim, enumerar diversas vantagens dos conversores de frequência, dentre as principais estão:

  1. Redução do consumo de energia e excelente custo-benefício: a economia é garantida porque é possível modular a velocidade do motor para uma rotação adequada ao nível de trabalho, o que gera menos despesas com eletricidade.
  2. Aumento da vida útil das máquinas: juntamente com a redução do consumo de energia (por regular a potência de trabalho dos motores), a vida útil do equipamento aumenta consideravelmente. Isso favorece a economia com manutenção e reposição de peças.
  3. Segurança em processos industriais: uma aplicabilidade muito interessante dos inversores de frequência é a programação do controle variável de correntes elétricas durante toda a operação. Em uma indústria, isso é especialmente importante, porque qualquer agravante que obrigue parar as máquinas prejudica o nível de produção, gerando custos.

Em suma, podemos concluir que o inversor de frequência, é um equipamento versátil e dinâmico para o controle de motores elétricos.

inversor soft starter

O que é soft-starter e quais as vantagens ao utiliza – lo?

Soft-starter é um dispositivo usado em lugares de fontes de energia não confiável e/ou fracas e principalmente como auxiliar na partida dos motores.

Ou seja, dependendo do modelo do equipamento, ele pode possibilitar a partida e parada suave de vários motores (por meio da função bypass) , e também promover a proteção do sistema, permitindo assim, que o motor tenha a melhor performance possível.

Além disso, a soft-starter pode substituir os tradicionais modos de ligação estrela-triangulo, chave compensadora e partida direta.

inversor soft starter

Este dispositivo utiliza tiristores que realizam o chaveamento da tensão de entrada, de forma que as tensões e correntes de partida e parada sejam controladas durante cada ciclo de funcionamento.

Por exemplo:

Em uma máquina que necessite partir um motor lentamente, e gradativamente aumente sua velocidade até atingir a rotação nominal e na parada diminua sua velocidade também de forma gradativa, você poderá utilizar uma soft-starter para realizar tais controles.

Dentre as principais aplicações, podemos citar seus uso em:

  • Bombas centrífugas (saneamento, irrigação, petróleo);
  • Ventiladores, exaustores e sopradores;
  • Compressores de ar e refrigeração;
  • Britadores e moedores;
  • Fornos rotativos;
  • Entre outros equipamentos.

Podemos por fim, enumerar diversas vantagens das soft starter, dentre as principais estão:

  1. Eficiência melhorada: Faz com que o motor tenha a melhor performance possível.
  2. Energização e desenergização controladas: A corrente de partida pode ser controlada, alterando assim facilmente a tensão de partida, e isto assegura o arranque suave do motor, sem trancos. O tempo de desligamento do motor também pode ser controlado.
  3. É uma partida eletrônica: nesse sentido, faz com que a corrente de partida do motor tenha uma performance muito melhor que os demais tipos de partidas.

Em suma, podemos concluir que a soft-starter, além de diminuir os choques mecânicos do motor (por conta da suavização de partida), também aumenta a vida útil do mesmo.

Em resumo…

Acima de tudo, é importante ter em mente que tanto o princípio de funcionamento quanto a função dos dispositivos são diferentes.

Inversor de frequênciaSoft-Starter
Substitui a soft-starterSubstitui partidas como estrela triangulo, chave compensadora e partida direta
Usado para controlar a partida, aceleração, frenagem, velocidade, monitorar a corrente elétricaUsado para suavizar a partida dos motores. (Controle somente no momento da partida e parada do motor
Proteção contra falta de fase e sobrecargaProteção do sistema e contra choques elétricos
Possibilita controlar a partida de apenas um motorPossibilita controlar a partida de mais de um motor (dependendo do modelo)

Em conclusão, e para fixar bem o conteúdo da diferença entre inversor de frequência e soft starter...

Quando o objetivo é o simples acionamento do motor, usamos o soft starter. Sob o mesmo ponto de vista, quando além da partida, você tiver que conseguir automatizar o processo, deve-se utilizar o inversor de frequência.

Conclusão

Em síntese, o que determina qual componente será usado, basicamente é a função que ele oferece e para qual finalidade será aproveitado.

Saber como e quando utilizar inversor de frequência e soft starter, é bastante importante, assim como sempre se atentar para aplicar os conhecimentos da forma mais segura, evitando assim, possíveis acidentes elétricos.

Sendo assim, nossa função é sempre destacar que profissionais qualificados e que tenham real conhecimento ao aplicar seus serviços, são sempre a melhor opção!

Portanto, se você tiver algum dúvida deixe nos comentários que vamos ter o prazer em responde-lo (a), e não se esqueça de fazer uma visita em nossa plataforma EAD.

inversor soft starter
Thuany Santos
Jornalista
(16) 3011 – 0547

Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
1
💬 Posso ajudar?
💬 Posso ajudar?