Métodos de como calcular a corrente elétrica de um circuito

Neste blogpost, você vai aprender além da elétrica básica! Irá entender de forma simples e objetiva, o passo a passo de como calcular a corrente elétrica de um circuito.

Em primeiro lugar, para não encontrar problemas quando for fazer os cálculos, você deve saber antes, sobre alguns conceitos da eletricidade.

Vamos lá!

O que é corrente elétrica?

corrente elétrica é uma grandeza física muito importante no mundo da elétrica e eletrônica. Dessa forma, pode-se dizer que é:

 Um fluxo de elétrons que se desloca de forma ordenada ao ser submetido a uma tensão elétrica (diferença de potencial).

É por meio dessa diferença, que os elétrons fluirão de um ponto para outro através de um condutor.

Enquanto materiais condutores  (normalmente materiais metálicos) cruzam facilmente correntes elétricas, materiais isolantes (como borracha e madeira) oferecem grande resistência a elas.

De acordo com o Sistema Internacional de Unidades, a unidade de medida da corrente elétrica é o ampère (A). Em homenagem a André-Marie Ampère, já que seus estudos contribuíram para a descrição da corrente elétrica.

Tipos de corrente elétrica

Existem dois tipos de corrente elétrica: corrente contínua e corrente alternada.

A diferença entre elas é:

Corrente Contínua(CC)

É sempre positiva ou sempre negativa. Ou seja, se mantém constante ao longo do tempo. Não altera o seu valor.

Sendo assim, esse tipo de corrente é comum em dispositivos que usam baixas tensões. Por exemplo: pilhas, baterias, entre outros.

Corrente alternada(CA)

A corrente alternada ocorre quando o valor da tensão elétrica varia ao longo do tempo. Seu uso, em resumo, é em motores elétricos e para transmitir eletricidade.

A corrente elétrica que chega às nossas residências, disponível nas tomadas por exemplo, é uma corrente elétrica alternada.

Em razão do menor caminho percorrido pelos elétrons, as perdas são menores quando se usa a corrente alternada.

curso de energia solar

Como medir uma corrente elétrica

O aparelho usado para medir o quão intensa é a corrente de um circuito, em ampères, é o amperímetro.

Assim, liga – se o dispositivo ao circuito, em série. Pois ele irá registrar a quantidade de eletricidade que passar naquela parte do circuito.

É possível comprar também um alicate amperímetro. Este, mede a corrente elétrica sem ter contato nenhum com o circuito.

Nesse sentido, isso é possível por conta do campo eletromagnético gerado pela corrente ao cruzar o condutor.

Portanto, o alicate amperímetro consegue detectar a intensidade do campo eletromagnético e estimar a corrente no condutor.

Como calcular uma corrente elétrica

Um ampere é a mesma coisa que um coulomb(C) por segundo.

Portanto, o cálculo da corrente elétrica é definido pela razão entre o módulo da carga elétrica que passou através do condutor, e o intervalo de tempo em que essa corrente elétrica foi mantida.

 Veja:

  • I = Intensidade de corrente, em Amperes;
  • ΔQ = Quantidade de carga, em Coulombs;
  • Δt = Tempo total, em Segundos.

Ou seja, para definir uma corrente elétrica, é necessário olhar a quantidade de carga que passa por uma determinada secção e em um espaço de tempo(em segundos) definido.

Mas, fique calmo, pois essa equação é apenas útil para físicos!

Em suma, para trabalhar com elétrica e eletrônica, vamos usar a Lei de Ohm. Vamos ver no tópico a seguir!

curso de energia solar

Lei de ohm

A lei de ohm é uma das equações matemáticas mais importantes do mundo da eletricidade. Ela relaciona resistência, tensão e corrente.

A causa de entender essa lei é básica para você saber a como calcular a corrente elétrica de um circuito.

Além disso, ela é a base para quase todos os outros estudos e aplicações da eletricidade.

Enuncia o seguinte:

A corrente de um circuito é diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência.

Dela, extrai-se a seguinte fórmula básica:

Ou seja, I=V/ R, sendo:

I: Corrente elétrica, dado em ampere (A). V: Tensão elétrica, dado em volts (V). R: Resistência elétrica, dado em ohm (Ω).

curso de energia solar


Como  calcular a corrente elétrica de um circuito

De antemão, deve-se ficar sempre em alerta ao tratar sobre corrente elétrica. Estas, se comportam de formas diferentes nos circuitos.

Em síntese, existem os circuitos em série, paralelo e misto. Sendo que:

  • Circuito Série

Em primeiro lugar temos o circuito série. Ele é o que liga os elementos um após outro, de modo que um depende do outro.

Sendo assim, se um recurso for interrompido, os demais irão deixar de funcionar. Existe um só caminho para a passagem da corrente.

  • Circuito Paralelo

O circuito paralelo é aquele em que seus elementos são colocados de modo independente em relação ao outro. Isto quer dizer que se um elemento qualquer deixar de funcionar, não perturbará os demais.

  • Circuito Série – Paralelo ou Misto

O circuito série-paralelo é formado pela combinação dos dois anteriores. Parte dele está ligado em série e parte em paralelo.

Associação de Resistores

Circuito Série

A resistência total de um circuito série é igual à soma dos valores de todos os resistores do circuito.

como calcular a corrente elétrica de um circuito

Circuito Paralelo

A resistência total de um circuito elétrico ligado em paralelo é menor que o menor resistor do circuito.


1º caso – Circuito paralelo com dois resistores. Para se calcular R neste circuito aplica-se a seguinte fórmula:

como calcular a corrente elétrica de um circuito

2º caso – Resistência total do circuito paralelo com resistores de igual valor. Exemplo:

como calcular a corrente elétrica de um circuito

3º caso – Este é o processo mais usado para circuitos com mais de dois resistores. Neste sistema, o resultado é mais exato porque as perdas nas divisões são mínimas.

como calcular a corrente elétrica de um circuito

Circuito Série-Paralelo

Para calcular a resistência total do circuito série-paralelo aplica- se as fórmulas dos circuitos anteriores.

Ou seja, aplica-se a fórmula do circuito série na parte série e uma das fórmulas do paralelo para a parte ligada em paralelo.

Em seguida soma-se os resultados.

curso de energia solar

Considerações finais

Em conclusão, é muito importante destacar que além dos métodos de cálculos aqui abordados, existem outros métodos de análise de circuitos ou teoremas. Usados em circuitos mais complexos e que variam de acordo com a necessidade.

Mas, em suma, esperamos ter ajudado a como calcular a corrente elétrica de um circuito.

Esse conteúdo faz parte dos estudos em comandos elétricos. Um curso indicado tanto para quem trabalha com elétrica a nível industrial quanto residencial.

Além disso, é também indicado para pessoas que querem ingressar na área, mas que já tenham algum curso na área da eletricidade.

Por fim, se você tem interesse em ambas as áreas, conheça nossa plataforma EAD. Te esperamos lá!

Imagem de Daniel Friesenecker por Pixabay

Thuany Santos
Jornalista
(16) 3011 – 0547

Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *