Tudo o que você deve saber sobre elétrica básica

Entender e se capacitar ao menos em elétrica básica é muito importante nos dias de hoje!

Você já imaginou um mundo sem eletricidade?

A eletricidade está em praticamente tudo o que fazemos em nosso cotidiano e hoje, já podemos falar que ela está ligada diretamente ao nosso bem-estar e lazer.

Você sabia que…

A origem da palavra eletricidade, está no latim electrum (que significa âmbar), e sabe por quê leva esse nome?

O primeiro relato documentado (por volta de 600 a.C) está atribuída ao filósofo grego Tales de Mileto. Ele percebeu que, quando esfregado em tiras de couro, o âmbar (uma resina vegetal fóssil) tinha a capacidade de atrair pequenos objetos.  

Enfim! Desde o início de sua descoberta até agora, sabemos o que a eletricidade representa para nós! Por isso, imediatamente, pensamos em você e preparamos esse megapost com tudo o que você precisa saber sobre elétrica básica.

O Que é Eletricidade?

Eletricidade é o nome que se dá a fenômenos que ocorrem a cargas elétricas e a corpos eletricamente carregados.

Ao mesmo tempo, baseia-se no estudos de cargas elétricas originadas de duas maneiras, Eletrostática e Eletrodinâmica.

A primeira estuda a energia em repouso e a segunda estuda a energia em movimento. 

Dentro do estudo da elétrica básica, também existem grandezas elétricas fundamentais, que merecem sua atenção.

Esse é o próximo tópico que será detalhado!

Quais são as Grandezas Elétricas?

Grandezas elétricas, são basicamente tudo que pode ser medido ou qualificado, podendo elas serem vetoriais ou escalares. Igualmente, estão presentes em qualquer circuito elétrico e não podem ser dissociadas.

Vamos ver quais são?

Tensão Elétrica

Segundo o Sistema Internacional (SI), a unidade de tensão elétrica é o volt (V) e a grandeza é representada pela letra V, em maiúsculo, para sinais contínuos e v, em minúsculo, para sinais alternados.

A tensão elétrica, é caracterizada como uma diferença entre o potencial elétrico de dois pontos.

Assim como podemos dizer, que tensão elétrica é a força necessária para movimentar os elétrons, criando uma corrente elétrica.

Existem dois tipos de tensão:

  • Tensão continua – Quer dizer que ela não muda de polaridade no tempo. Um exemplo é a pilha, que sempre será a mesma no decorrer do tempo.
  • Tensão alternada – A polaridade vai ser alternada de acordo com a frequência. Numa tomada, por exemplo, a frequência normal é de 60Hz, então significa que a tensão alterna 60 vezes por segundo.

Corrente Elétrica

Segundo o Sistema Internacional (SI), a unidade de corrente elétrica é o ampère (A) e a grandeza é representada pela letra I, em maiúsculo, para sinais contínuos e i, em minúsculo, para sinais alternados.

A corrente elétrica é o fluxo ordenado de elétrons em um meio, que surge a partir da diferença de potencial elétrico.

A intensidade da corrente elétrica depende diretamente do número de elétrons que passam por uma unidade de tempo através da região de um condutor.

Os metais são bons condutores elétricos e, por isso, são muito utilizados na transmissão de corrente elétrica, circuitos elétricos e em dispositivos eletrônicos.

Seja como for, sem a corrente elétrica, nenhum aparelho elétrico ou eletrônico iria funcionar!

Resistência Elétrica

Segundo o Sistema Internacional (SI), a unidade de resistência elétrica é o Ohm(Ω), em homenagem ao alemão George Simon Ohm.

A resistência elétrica é caracterizada como a capacidade de um corpo se opor à passagem da corrente elétrica. Em outras palavras, é a capacidade de um condutor se opor e dificultar a passagem da corrente elétrica.

Quanto mais os elétrons livres entram em movimento e começam a colidir entre si, maior a dificuldade encontrada pela corrente elétrica em “atravessar” o condutor.

Em suma, entenda também que a resistência elétrica pode variar de acordo com a largura, comprimento, condições ambientais, entre outros.

Potência Elétrica

Segundo o Sistema Internacional (SI), a unidade de potência elétrica é o watt (W).

A definição de potência elétrica é basicamente: a velocidade com que o equipamento converte a energia elétrica em trabalho.

Quanto mais energia for transformada em um menor intervalo de tempo, maior será a potência do aparelho!

No caso do chuveiro, por exemplo, a energia elétrica é transformada em energia térmica, nas lâmpadas a energia é transformada em luz, e assim por diante.

elétrica básica

Também podemos dividir potência entre ativa e reativa, onde:

  • A potência ativa é aquela efetivamente transformada em potência mecânica, potência térmica e potência luminosa.
  • A potência reativa, por sua vez, não realiza o trabalho em si. Nesse sentido, significa que não é essa energia que liga os eletroeletrônicos e outros equipamentos elétricos, mas ela funciona entre o gerador de energia e a carga em si.

Pode-se fazer uma analogia das potências com um copo de cerveja onde a parte líquida representa a potência ativa (efetivamente consumida), e a espuma representa a potência reativa, parte necessária para manter a temperatura da parte líquida.

Na imagem acima, você pode ver também a chamada potência aparente. Esta, é o resultado da soma entre potência ativa e reativa e é medida em kilovolt amperes (VA).

Esta medida pode indicar se a energia consumida é o suficiente para um abastecimento elétrico ou apontar onde há a necessidade de melhoria no fornecimento.

Quais são as Fórmulas da Eletricidade

Antes de mais nada, são muitas as fórmulas utilizadas para calcular o que for preciso, dentro do estudo da elétrica básica, mas vamos mostrar a você, as principais.

Confira:

  • Tensão Elétrica
fórmula elétrica básica
  • Corrente Elétrica
fórmula elétrica básica
  • Resistência Elétrica
  • Potência Elétrica

EM CORRENTE CONTÍNUA

fórmula potência elétrica CC

EM CORRENTE ALTERNADA

fórmula potência elétrica CA
elétrica básica
Fator de potência é o ângulo de defasagem entre a tensão e a corrente elétrica. Representa o percentual das potências ativa e reativa do circuito.

À primeira vista, pode ficar um pouco confuso, mas, com o tempo você se acostuma.

No nosso curso de Eletricidade Básica EAD, você vai aprender sobre essas fórmulas de forma mais aprofundada e muito mais!

Quando aplicadas a exercícios e a prática, a elétrica básica, fica mais fácil ainda.

O que são Circuitos Elétricos?

Como podemos definir um circuito elétrico?

Circuito elétrico, é um caminho que permite a passagem da corrente elétrica.

Da mesma forma,caso você queira explicar de uma forma mais complexa, seria assim:

Circuitos elétricos são trechos fechados, que iniciam e encerram no mesmo ponto. Estes são formados por vários elementos interligados (geradores, receptores, entre outros)  por um fio condutor, que viabilizam a passagem da corrente elétrica.

Os circuitos elétricos servem para ligar dispositivos elétricos e eletrônicos de acordo com suas especificações de funcionamento. Além disso, são usados para distribuição da energia elétrica.

Os circuitos elétricos são compostos por 3 elementos básicos:  a fonte, a carga e o condutor.

De acordo com seus componentes básicos, um circuito pode desempenhar diversas funções como, por exemplo: eliminar picos de corrente elétrica, transformar uma corrente alternada em uma corrente contínua; aquecer algo, entre outras.

Parte da energia de cada elétron é captada, e utilizada pelos diferentes elementos de um circuito elétrico, transformando-a em diferentes formas de energia, como luz, som, movimento, calor, etc.

Lembrando que: haverá movimento de cargas elétricas em um circuito se e somente se, entre dois pontos desse circuito, existir uma diferença de potencial elétrico (ddp).

Dessa forma, deve – se ficar claro também, que os circuitos elétricos são representados por esquemas, que as vezes podem ser bastante complexos, caso não saiba identificar alguns de seus elementos básicos.

Por exemplo:

  • Ramos – caminhos entre dois nós consecutivos. A corrente elétrica ao longo de um ramo é constante.
  •  Nós –  pontos do circuito que ligam dois ou mais ramos.
  • Malhas – caminhos fechados formados pelos ramos de um circuito.

Vamos avançar e ver quais os elementos de um circuito elétrico!

Elementos do circuito elétrico

Quais são os componentes do circuito elétrico?

Esse tópico é muito importante no estudo da elétrica básica e a pergunta pode ser respondida, de acordo com a função a ser realizada pelo circuito.

Abaixo, listamos alguns dos elementos mais comuns utilizados nos circuitos elétricos.

Resistores

São dispositivos elétricos com alta resistência elétrica, isto é, opõem-se fortemente à passagem de corrente elétrica.

São encontrados em ferros de passar, chuveiros elétricos, churrasqueiras elétricas, etc.

resistores circuito elétrico
simbologia no esquema de circuito elétrico

Geradores

São elementos responsáveis por fornecer energia para os circuitos elétricos.

Alguns exemplos de geradores de corrente contínua são as pilhas e baterias. Por outro lado, as tomadas residenciais, que são geradores de correntes alternadas.

Existem geradores ideais (que não promovem nenhuma perda de energia durante seu funcionamento).

simbologia circuito elétrico
simbologia no esquema de circuito elétrico

Em contrapartida, os mais utilizados em nosso dia a dia, são considerados geradores reais (que acabam dissipando uma parte da energia durante seu funcionamento).  

Sua principal característica é a presença de uma resistência interna, responsável pela perda de energia em forma de calor.

simbologia circuito elétrico
simbologia no esquema de circuito elétrico

Chaves ou Interruptores

São indispensáveis em quaisquer circuitos elétricos, pois são dispositivos de segurança. Sua função é “abrir” ou “fechar” um circuito. Mesmo vindo em diferentes formatos, todos os interruptores exercem a mesma função.

elétrica básica
simbologia circuito elétrico
simbologia no esquema de circuito elétrico

Fusíveis

São dispositivos de segurança que interrompem a passagem de corrente elétrica nos circuitos caso exceda uma margem de segurança.

fusíveis elétrica básica
simbologia circuito elétrico
simbologia no esquema de circuito elétrico

Capacitores

São utilizados para o armazenamento de cargas elétricas em um circuito. Ou seja, são capazes de reter grandes quantidades de cargas elétricas, liberando-as rapidamente quando solicitado.

Do mesmo modo, eles também podem ser utilizados para atenuar variações de corrente elétrica em um circuito.

simbologia elétrica básica
simbologia no esquema de circuito elétrico

Tipos de Circuitos Elétricos

Devemos ficar sempre em alerta ao tratar sobre corrente elétrica, pois estas
se comportam de forma distintas nos circuitos.

Existem os circuitos em série, paralelo e misto. Veja!

Circuito Série

O circuito série é aquele cujos elementos são ligados um após outro, de modo que um elemento depende do outro. Se um dos elementos for interrompido, os demais deixarão de funcionar, pois existe um só caminho para a passagem da corrente.

Circuito Paralelo

O circuito paralelo é aquele em que seus elementos são colocados de modo
independente em relação ao outro. Isto quer dizer que se um elemento qualquer deixar de funcionar, isso não perturbará o funcionamento dos demais.

Circuito série – Paralelo ou Misto

O circuito série-paralelo é aquele que é formado pela combinação dos dois
anteriores pois parte dele está ligado em série e parte em paralelo.

Agora que você já explicar sobre os circuitos elétricos, como funcionam e para que servem, você já pode avançar um pouco mais no conteúdo e aprender também, os métodos para calcular a corrente elétrica de um circuito.

Instalações Elétricas na Elétrica Básica

Essa é a parte que mais gera curiosidade no estudo de elétrica básica! Mas é a que precisa de uma maior atenção para funcionar.

Você já entrou em um cômodo no qual não havia um interruptor próximo à porta? Ou precisou ligar algum equipamento, mas não encontrou tomadas suficientes?

Essas situações são mais comuns na vida das pessoas do que imaginamos! Instalações elétricas devem ser bem feitas, porque afinal, visam garantir a segurança e todo o conforto que a eletricidade pode nos trazer.

Mas antes de tudo, o que são instalações elétricas?

Então anote aí, porque esse tema também faz parte de tudo o que você precisa saber sobre elétrica básica!

De forma simples e objetiva, nada mais é do que: a implementação física dos componentes das ligações elétricas, a conexão entre a fonte geradora de energia elétrica e as cargas elétricas.

Uma instalação elétrica, pode ser dividida em partes:

  • Infraestrutura
  • Medição e Proteção
  • Cabeamento
  • Controle

E também em tipos:

  • Residenciais/prediais
  • Comerciais
  • Industriais

Vamos abordar a respeito de cada uma!

Instalações Elétricas Residenciais/ Prediais

As instalações residenciais ou prediais são de baixa tensão!

Enfim, é bom já iniciar esse tópico, relatando que um sistema elétrico residencial/predial, precisa de um estudo assertivo que você vai encontrar no projeto elétrico.  O projeto considera as necessidades dos ambientes, e visa garantir em primeiro lugar, a economia.

Para chegar neste padrão, são realizados:

1 – Diversos cálculos para a definição dos circuitos e dos fatores de potência.

2 – definição das posições dos quadros de distribuição, simbologias, convenções e materiais a serem utilizados em toda a instalação elétrica.

3– Serão distribuídos os pontos de iluminação e de tomada para receber, respectivamente, as luminárias e os aparelhos elétricos.

4 – A partir dos pontos de iluminação e tomada, são formados os circuitos e definidos os eletrodutos e sua forma de passagem.

Instalações Elétricas Comerciais

Geralmente, a potência instalada será maior (média tensão na grande maioria) e o uso diferenciado.

Devido ao horário de funcionamento do comercio, utiliza-se a maioria dos equipamentos e quase a totalidade da iluminação.

Nesse ínterim, esse tipo de instalação necessita de uma instalação elétrica que forneça mais energia, sendo necessária a implementação de uma rede trifásica com um conjunto de disjuntores, fusíveis, cabos elétricos, entre outros.

Esses critérios visam também, assim como na instalação residencial, garantir a acessibilidade, flexibilidade e segurança.

Além disso, quando forem necessárias pequenas alterações como reserva de carga para acréscimos de cargas futuras será possível que sejam realizadas.

Instalações Elétricas Industriais

As indústrias, são as que utilizam equipamentos de grande porte, por isso, geralmente necessitam do uso de uma alta tensão. Estas, também visam garantir as necessidades de cada ambiente.

Nas instalações elétricas industriais, serão usados, por exemplo, vários sistemas de medição para controlar o consumo energético em cada fase de uma produção, diversos relés para controle de processo e proteção de máquinas e equipamento. 

A potência instalada de equipamentos em uma indústria é muito maior, por esse motivo isso muda a complexidade dos sistemas.

Veja abaixo, um vídeo do canal “Elétrica Racional” (parceiro da Oca Solar Energia) , para você se familiarizar ainda mais com o conteúdo de elétrica básica.

Pode parecer bastante técnico, mas se você gostar do que faz, acima de tudo, se tornará cada vez mais fácil.

Classificação das Instalações elétricas

Além de tipos, as instalações elétricas também tem classificações! Veja abaixo. 

Tensão reduzida ou extra baixa tensão

Que opera com tensão elétrica nominal menor ou igual à 75V em corrente contínua, ou menor ou igual à 50V em corrente alternada.

Baixa tensão (BT)

Que opera com tensão elétrica nominal superior à 75V e menor ou igual à 1500V em corrente contínua, superior à 50V e menor ou igual à 1000V em corrente alternada.

Alta tensão (AT)

Excede os valores definidos para baixa tensão, podendo atingir várias centenas de kV.

É importante ressaltar nesse tópico que, ao se trabalhar com instalações de alta tensão, existem três normas que são fundamentais para garantir a segurança e reduzir os riscos de acidentes elétricos: as normas regulamentadoras NR-10 e NR-12 e a norma brasileira NBR-5410.

Segundo dados da Associação Brasileira de Conscientização dos Perigos de Eletricidade (Abracopel), só em 2018, foram registrados 1.424 acidentes com origem elétrica em todo o país.

Antes de mais nada, garanta sua segurança!

Projeto de Instalações Elétricas na Elétrica Básica

A elaboração de um projeto elétrico é muito importante para garantir segurança da instalação elétrica!

Se feito por um profissional capacitado, pode evitar acidentes, promover economia e o funcionamento adequado dos aparelhos.

elétrica básica

Antes de mais nada, todos os parâmetros de segurança que devem ser adotados pelos profissionais e norteados pela NBR 5410 (já citada anteriormente).

O projeto elétrico é a reunião das informações das instalações elétricas, todo projeto de instalações elétricas é composto por tabelas de informações, diagramas elétricos e símbolos das instalações elétricos.

A partir dos estudos realizados e usando as normas técnicas como base, são distribuídos interruptores, tomadas, pontos de iluminação, circuitos, quadros de distribuição, dispositivos de proteção, entre outros.

Ou seja, ter um bom projeto elétrico é indispensável!

Ferramentas Indispensáveis Para um Eletricista

Sabemos que trabalhar com ferramentas adequadas traz diversos benefícios, tanto para o profissional como para o cliente.

Abaixo, listamos as principais!

Caixa de Ferramentas

Pode parecer “bobo”, mas antes de comprar suas ferramentas, é importante pensar o local que irá guarda – las! Além de garantir uma boa conservação dos instrumentos, você passa uma boa imagem para seus clientes. 

 

Alicate Universal

 O nome por causa das suas várias aplicações. A sua ponta, chata e de mordida estriada, serve para apertar e dobrar fios. Também pode ser encontrado em diversos tamanhos e formatos.

alicate universal elétrica básica

Alicate de Corte

Oferece uma maior habilidade ao cortar e, se precisar, descascar os fios. Seu cabo também precisa ser isolado. Com ele também é possível realizar cortes com mais precisão do que com o alicate universal.

alicate de corte elétrica básica

Alicate Decapador

 Tanto com o alicate universal, quanto com o de corte, é possível decapar os cabos, mas o alicate decapador facilita a remoção da capa protetora do cabo, além de ser mais preciso.

 

Multímetro

É capaz de medir valores de tensão, corrente e resistência, além de realizar testes de continuidade. Existe uma enorme variedade de multímetros no mercado, cada um com a sua singularidade e aplicação.

multímetro elétrica básica

Detector de Tensão

Esta ferramenta é capaz informar ao eletricista se um objeto ou condutor está energizado, ou seja, se há tensão elétrica no local.

 

Chave de Fenda

É indicado ter pelo menos duas chaves de fenda. Uma pequena para trabalhar com os pequenos parafusos e outra grande para os parafusos maiores que exigem mais esforço.

 

Chave Philips

Há uma grande quantidade de dispositivos e componentes elétricos possuem parafusos do tipo Philips. Sendo assim, tenha disponível na caixa de ferramentas pelo menos uma chave desse tipo.

Se você optar por utilizar uma chave de fenda neste parafuso, corre o risco de danificar além da ferramenta, o parafuso, impedindo a sua remoção futura.

 

Chave Inglesa

É conhecida também como chave de boca regulável. Facilita a aplicação do torque para girar porcas, parafusos e conectores.

 

Fita Isolante

O eletricista deve ter sempre a mão um rolo de fita isolante. Existem diversos tipos no mercado, com várias cores e etc. Indiferente de qual seja, elas têm a mesma função.

elétrica básica

Trena

Pode ser útil para medir um grande terreno, medir uma parede em uma instalação ou medir peças para um suporte metálico, por exemplo.

elétrica básica

Lanterna

Ter uma boa lanterna ajuda em situações adversas, onde o ambiente possui uma baixa claridade ou até mesmo na escuridão total.

lanterna elétrica básica

Conclusão

Ao passo que você já possa ser eletricista, é muito importante estar revisando alguns conteúdos, mesmo que sejam de elétrica básica.

Além de trabalhar como autônomo, o eletricista tem um mercado de trabalho amplo, podendo atuar e diversas áreas. Aliás, você já pesquisou sobre comandos elétricos? Também é uma ótima opção para agregar ainda mais conhecimento, em sua carreira.

Um bom profissional é aquele que está em sintonia com as novidades e que sabe se utilizar delas, com conhecimento e cuidado.

Como dito no início do megapost, todas as atividades humanas têm dependido quase que exclusivamente da eletricidade!

Dessa forma, não hesite em estar sempre estudando e se qualifique! Uma ótima opção se você é leigo, é iniciar pelo curso de elétrica básica.

Conheça nosso curso de Eletricidade Básica online, disponível em nossa plataforma EAD!

 

Thuany Santos

Jornalista

(16) 3011-0547

Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
1
💬 Posso ajudar?
💬 Posso ajudar?