Consumo de energia com sistemas fotovoltaicos: entenda as diferenças e benefícios[case]

O tempo todo, estamos precisando da eletricidade para fazer as tecnologias dentro de nossa casa/comércio funcionarem. Principalmente neste período de pandemia em decorrência do novo coronavírus, estamos a utilizando ainda mais, e a tendência é que o consumo de energia aumente muito nos próximos anos.

Igualmente, é o que relata a Empresa de Pesquisa Energética (EPE): ”a demanda por eletricidade deve dobrar até 2050, no Brasil”.

Ou seja, o número de pessoas que precisam de mais energia está crescendo à medida que o planeta caminha em direção aos 9 bilhões de habitantes.

consumo de energia

Sendo assim, procuramos cada vez mais novas formas de “driblar” as bandeiras tarifárias e pagar menos na conta de luz. Aliás, esse é o principal motivo que leva uma pessoa a instalar um sistema fotovoltaico.

Ainda não sabe como reduzir seu consumo de energia e não conhece os benefícios da energia solar? Continue lendo o artigo, porque é sobre isso que iremos tratar hoje!

Consumo de energia: Impacto financeiro

As vezes não paramos para pensar no impacto que a conta de energia causa em nosso bolso.

Mas, você já parou para fazer o cálculo e assim ver o quanto representa a “fatia” da conta de luz, no seu orçamento fixo mensal?

consumo de energia

Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontam que o consumidor chega a gastar mais de 20% de um salário mínimo, somente para pagar a conta de luz.

E esses valores sobem ainda mais durante o verão, quando há uma tendência de aumento de uso de equipamentos, como ar condicionado. 

Outra pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), feita em parceria com o Ibope em agosto de 2019, aponta que 87% dos consumidores do país consideram sua conta de energia cara.

Ou seja, se em uma casa normal o preço da luz já é “salgado”, a conta fica ainda mais cara para comerciantes ou donos de grandes indústrias, que utilizam muitos processos automatizados, dependentes de energia elétrica para seu funcionamento.

Enfim, desde 2014, o Brasil passa pela chamada crise hídrica, e de acordo com a Associação Nacional de Energia Elétrica(ANEEL), a inadimplência no setor passou de 3% para 13% devido à pandemia que o país enfrenta.

Por fim, estudos recentes revelam que a crise causada pelo coronavírus vai criar um novo esqueleto para o setor elétrico, com impacto para os consumidores até 2025.

Quer a solução? Instale um sistema fotovoltaico agora mesmo!

Um pouco sobre como funcionam os sistemas fotovoltaicos

Essa forma de geração de energia elétrica é extremamente eficiente, e hoje em dia, está se tornando cada vez mais popular entre os brasileiros.

Além disso, permite ao cidadão que é cheio de contas a pagar, diminuir a quantidade de dinheiro que entrega às distribuidoras de energia elétrica todo o mês.

consumo de energia

Esses sistemas, funcionam quando as partículas de luz solar (fótons) colidem com os átomos de silício presentes no módulo solar. Esta colisão gera um deslocamento dos elétrons, que cria uma corrente elétrica, que também  é chamada de energia solar fotovoltaica.

Existem equipamentos para energia solar, que vão fazer todo esse processo funcionar!

Os principais componentes de um sistema fotovoltaico são: módulos solares, materiais elétricos, estrutura/suporte, inversores, controladores de carga e baterias.

Aliás, os módulos fotovoltaicos merecem o máximo de atenção por parte do consumidor, pois a captação de energia solar que é transformada em eletricidade, se da em razão dele.

Portanto para saber qual o tipo de módulo ideal para você, é só ler o material que disponibilizamos em nosso blog e para saber mais a fundo a respeito do funcionamento dos sistemas fotovoltaicos, baixe nosso e-book gratuitamente.

Créditos de energia, autoconsumo remoto e geração compartilhada

Dentre as diversas vantagens que a instalação de um sistema fotovoltaico pode oferecer a você, está os créditos de energia, o autoconsumo remoto e a geração compartilhada.

E é graças a isso, que o tempo de retorno do investimento em um sistema, está diminuindo cada vez mais.

Vamos ver sobre cada um deles?

Crédito de energia 

O processo de compensação de energia, basicamente faz com que você empreste a rede da concessionária, parte da energia que você gerou e não consumiu, o que gera créditos de energia.

Por exemplo:

De dia, a “sobra” da energia gerada pela central é passada para a rede; à noite, a rede devolve a energia para a unidade consumidora e supre necessidades adicionais.

consumo de energia

Portanto, a rede funciona como uma bateria, armazenando o excedente até o momento em que a unidade consumidora necessite de energia proveniente da distribuidora.

Essa “contagem” do que é gerado de excedente e de fato consumido, é feita pelo medidor bidirecional, instalado pela própria concessionaria, assim que tudo for efetivamente aprovado no processo de homologação.

Os créditos de energia não podem ser revertidos em dinheiro, mas podem ser utilizado para abater o consumo da conta de energia nos meses subsequentes. Mais especificamente por 60 meses.

Como resultado (de créditos abatidos e economia na conta de energia), o tempo de retorno do investimento, será de até 8 anos.

Sendo assim, como estes sistemas possuem mais de 25 anos de vida útil, mesmo que ele se pague em 8 anos, serão mais de 17 anos de energia gratuita! 

Autoconsumo remoto e geração compartilhada

Criados pela ANEEL, as modalidades de autoconsumo remoto e geração compartilhada, foram uma grande evolução do setor solar! 

consumo de energia

O autoconsumo remoto permite que o consumidor instale seu sistema de geração de energia solar fotovoltaica em local diferente do local de consumo, desde que ambos estejam em sua titularidade e dentro da área de concessão da mesma distribuidora. 

Assim como a geração compartilhada, que permite que dois ou mais consumidores usufruam de um mesmo sistema fotovoltaico e dos créditos gerados por ele, desde que estejam sobre a mesma área de concessão.

A geração compartilhada também permite a união de consumidores residenciais (CPF) e comerciais (CNJP). 

Consumo de energia com sistemas fotovoltaicos: Antes x Depois na Conta de Luz (Case)

E não basta apenas ficarmos escrevendo a respeito do como o sistema fotovoltaico funciona ou dos benefícios que ele tem a oferecer.

Sendo assim, vamos comprovar tudo o que foi falado até aqui!

O case que vamos apresentar é sobre o irmão da professora Saunaray Pereira Barra. Muito conhecida entre os alunos do curso de Homologação de Sistemas Fotovoltaicos Online, e também do curso de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos presencial, em Belo Horizonte.

O irmão da engenheira instalou o sistema fotovoltaico em uma casa, mas os créditos são abatidos em uma distribuidora de bebidas (comercial) e em um apartamento (residencial). Todos localizados na cidade de Formiga/MG.

“Decidimos instalar o sistema fotovoltaico em janeiro de 2019 porque meu irmão montou uma distribuidora de bebidas onde o consumo de energia era bem alto. Com o sistema em pleno funcionamento, agora os valores cobrados são de taxas mínimas + iluminação pública. Além de compensar em outras propriedades da família. “

SAUNARAY PEREIRA BARRA – ENGENHEIRA ELÉTRICA

Saunaray ainda diz que na casa na qual foi instalada o sistema fotovoltaico, o consumo é baixo, mas que na residência são abastecidos com energia solar:

  • 1 chuveiro (sem aquecedor);
  • 4 TVs;
  • 1 geladeira;
  • demais eletrodomésticos.

E na distribuidora de bebidas:

  • 5 freezers (24 horas por dia antes da pandemia);
  • 2 freezers (durante a pandemia);
  • 1 máquina de gelo.

Outro dado da pesquisa Abraceel (citada anteriormente) merece ser mencionada, e diz que 64% dos entrevistados afirmam fazer esforço para economizar energia, e assim não impactar o orçamento familiar.

“O sistema impactou muito no nosso bolso. Nas residências, em torno de 60% e no comércio, 80% do valor total da conta”

SAUNARAY PEREIRA BARRA – ENGENHEIRA ELÉTRICA

Veja o antes x depois da conta de energia da distribuidora de bebidas:

Conta de Luz (Fev/20) : Antes
Conta de Luz (Fev/20) : Depois

Em conclusão, cada vez mais consumidores procuram formas de não ficar refém das bandeiras tarifárias e alcançar a tão sonhada independência energética.

Está esperando o que para instalar o seu sistema fotovoltaico?

Benefícios sustentáveis

Sabemos que a energia solar é renovável e sustentável ao mesmo tempo. Em outras palavras além de beneficiar o bolso do usuário com a redução na conta de energia, como vimos no case acima, você protege também o meio ambiente.

Nesse sentido, vejamos 3 benefícios sustentáveis que a energia solar gera.

1 – Energia infinita

Considerando que a fonte da geração de energia fotovoltaica é o sol, podemos afirmar que essa alternativa nunca acabará.

Independentemente de, em alguns dias, a luz do sol apresentar mais ou menos força, ela sempre estará presente. Por isso, a energia solar é tida como limpa, natural, infinita e renovável.

2 – Sustentabilidade

A palavra sustentável deriva do latim sustentare e significa sustentar, apoiar, conservar e cuidar. Ou seja, é a capacidade de sustentação ou conservação de um processo ou sistema.

Dessa forma, como a energia solar é considerada limpa (em oposição aos combustíveis fósseis) a sustentabilidade da produção de energia fotovoltaica fica por conta do seu processo natural de geração, o qual necessita apenas da radiação solar para existir.

Além disso, a instalação dos sistemas fotovoltaicos não impacta de forma negativa a natureza — ao contrário das usinas hidrelétricas, que ocasionam a destruição do ecossistema devido ao processo de construção de sua estrutura.

3 – Redução da poluição e taxas de carbono

A energia solar é uma grande aliada na redução da poluição, pois ela não retira da natureza nenhum recurso, gera qualquer desequilíbrio ambiental e não emite nenhum resíduo (químico ou sonoro), causadores do efeito estufa.

Visite outros posts em nosso blog e descubra mais vantagens ao adquirir um sistema solar fotovoltaico.

Energia Solar e responsabilidade ambiental!

Finalizamos o artigo com a missão cumprida, mostrando que a energia solar implica diversos benefícios.

Como você pôde ver, a responsabilidade ambiental que um sistema de energia solar traz para os consumidores é imensurável e vai muito além do grande benefício econômico gerado!!

Dessa forma, acreditamos que com a evolução da energia solar fotovoltaica, é possível mudar atitudes individual e coletivamente.

Parece clichê, mas a preservação do meio ambiente também depende de cada um de nós — e não apenas dos dirigentes dos países e das grandes empresas.

consumo de energia

Desde a economia até a responsabilidade ambiental, existem muito mais motivos a serem descobertos com essa tecnologia.

Por isso, cabe a você fazer escolhas na sua rotina diária que contribuam para diminuir os impactos ambientais.

De acordo com estudos recentes, a energia solar fotovoltaica está no caminho para se tornar a fonte energética número um do mundo! E aí, você já começou sua capacitação? Visite agora mesmo a nossa plataforma EAD.

Thuany Santos
Jornalista
(16) 3011 – 0547
Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *