Energia solar no agronegócio: como ela pode se tornar sua aliada

Embora tenha crescido nos últimos anos, o uso da energia solar no agronegócio ainda é tímido. O meio rural responde por somente 2% das instalações de sistemas fotovoltaicos no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

A justificativa para esse número baixo é o alto valor do investimento, somado ao retorno em médio prazo, e, principalmente, à falta de conhecimento dos benefícios que um sistema de energia pode trazer às produções agropecuárias.

E para que você também não caia nessa, no post de hoje vamos te mostrar alguns exemplos reais de produtores rurais que investiram em energia solar e hoje estão colhendo os frutos dessa decisão. Acompanhe:

energia-solar-no-agronegocio-como-ela-pode-se-tornar-sua-aliada2

Conquista de autonomia energética com a energia solar

Desde os primeiros dias do novo ano, o sol assumiu uma função extra na propriedade da família de Nelci Fernandes de Vargas, em Pinhal da Serra, próximo à divisa com Santa Catarina.

Com 16 painéis fotovoltaicos instalados sobre a casa, o produtor espera se tornar autossustentável no consumo de energia elétrica nos próximos anos. A intenção é reduzir os custos com eletricidade nos 42 hectares destinados à criação de gado de corte e de ovinos e à produção de soja e milho.

Hoje, a conta de luz para a operação das câmaras frias, resfriadores e outros equipamentos instalados na propriedade chega a R$ 500 mensais. Com o investimento de R$ 37 mil, financiado pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o produtor espera zerar a despesa e ainda gerar excedente para suprir futuros consumos.

A ideia é instalar ainda irrigação na lavoura e usar a energia solar para fornecer eletricidade às bombas de água. Com capacidade para gerar até 6 mil quilowatts hora por ano, quantidade superior ao consumo atual da propriedade, a previsão é de que o sistema de energia fotovoltaica se pague em cinco anos.

Alternativa aos preços abusivos das concessionárias

Com o preço da energia disparando, o produtor Dionel Augusto Funk passou a buscar alternativas para aumentar a eficiência energética da sua propriedade.

A propriedade de Funk fica no Vale do Sol, no Vale do Rio Pardo. Com produção de fumo, soja e milho em 36 hectares, as despesas com energia elétrica por mês na fazenda superavam R$ 1,6 mil.  Agora, ele aguarda liberação de financiamento do Pronaf para investir em 125 placas fotovoltaicas que poderão gerar 48 mil quilowatts hora por ano.

O produtor também calculou o tempo de retorno do investimento: seu projeto terá custo de R$ 165 mil, com pagamento em 10 anos, e expectativa de retorno por volta de oito anos. A ideia é abastecer as estufas elétricas do forno de fumo e o secador de grãos.

energia-solar-no-agronegocio-como-ela-pode-se-tornar-sua-aliada3

Redução na conta de energia elétrica

Quem visita a moderna Vinícola Guatambu, em Dom Pedrito, na Campanha, se depara com um parque solar com 600 placas fotovoltaicas. Desde maio do ano passado, o sistema instalado sobre o estacionamento passou a abastecer a empresa e vem surpreendendo pelos resultados.

Em sete meses, incluindo todo o inverno, o sistema gerou 125 mil quilowatts hora — média de 17,8 mil quilowatts hora por mês. A quantidade supera de longe o consumo médio mensal da vinícola, gerando excedente para abastecer outras atividades na propriedade.

A energia gerada também é aproveitada no bombeamento da irrigação e nos secadores de grãos. Desde a instalação do sistema fotovoltaico, a vinícola reduziu em 90% o gasto com eletricidade, que era de aproximadamente R$ 15 mil mensais.

A redução só não chega a 100% devido à necessidade de pagar uma taxa mínima à concessionária para garantir corrente elétrica nos períodos em que os inversores não geram energia — à noite e nos dias de chuva.

Pelos resultados até agora, o investimento de R$ 1,52 milhão deve se pagar em, no máximo, 10 anos. O entusiasmo é justificado também pela baixa manutenção dos equipamentos, fabricados na Europa, e pela sustentabilidade ambiental.

Agora que você já viu como produtores rurais pelo país estão se beneficiando da energia solar, entre em contato conosco e peça você também o seu orçamento!

Trabalhe-com-Energia-Solar-e-aproveite-as-oportunidades-deste-setor-em-plena-expansão (1)

Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *