Energia solar off grid: entenda o que é e como funciona!

De antemão vale citar que uma das inúmeras vantagens da energia solar é que ela está presente em todo o lugar. Ou seja, até mesmo para uma fazenda/sítio isolado (sem acesso à rede elétrica), a tecnologia fotovoltaica é uma ótima opção para gerar a sua própria energia. E para esses casos, a energia solar off grid é a melhor opção!

Cada vez mais, o sistema fotovoltaico se sofistica. Tanto nas formas de gerar quanto para armazenar energia.

Em outras palavras, todos os dias surgem novas tecnologias e como resultado, é comum ter dúvidas na hora de escolher o sistema fotovoltaico ideal para o seu imóvel. Por isso, é fundamental que se saiba a diferença entre os tipos de sistemas fotovoltaicos, como funcionam, componentes, etc.

Portanto, nesse artigo iremos abordar os sistemas fotovoltaicos off grid. O que é, como funcionam, as aplicações e muito mais!

Enfim, se você sonha em ter a independência da rede elétrica, esse post é para você!

O que é um sistema solar off grid?

Sistema FV isolado da rede da concessionária, sistema FV off grid, sistema FV com baterias, sistema FV sem rede da concessionária… estes são apenas alguns nomes mais populares para o famoso “sistema isolado ou autônomo”.

O sistema de energia solar off-grid (traduzido do inglês: fora da rede), não apresenta um ponto de conexão com a concessionária. Ou seja, ele é isolado.

Entre as décadas de 1950 e 1970, o sistema solar off grid era o único tipo existente. Pois, o foco era levar energia elétrica a locais onde as redes de distribuição não chegavam.

Nesse ínterim, existem duas opções para os sistemas de energia solar off-grid:

  • sem armazenamento de energia: nesse tipo de sistema, a energia gerada deve ser consumida na hora. Como por exemplo, nos sistemas de bombeamento de água. Neste caso, enquanto os módulos fotovoltaicos geram energia, bombeia-se água para algum reservatório ou direto para irrigação.
  • com armazenamento de energia: ou seja, é um sistema que armazena a energia solar excedente em baterias para se usar quando não houver produção (como por exemplo, à noite). As baterias são os itens mais usados para armazenar energia. Eles funcionam como se fossem a rede da concessionária, permitindo energia estável e ininterrupta. Este, será o foco do blog post.

Para saber mais e somar ao seus estudos, veja esse episódio da nossa série “Minutos Solar”, disponível em nosso canal do youTube:

“Sistema Fotovoltaico Off Grid: Você sabe o que é? Série “Minutos Solar”/Oca Solar Energia

Componentes de um sistema off grid

Em primeiro lugar, vale citar que o sistema solar off grid é mais caro do que o sistema on grid. Ou seja, por não ser conectado à rede pública, ele necessita de alguns itens a mais.

Veja só, pode-se dividir a estrutura em 3 diferentes blocos:

  • gerador — módulos fotovoltaicos, cabos e suportes estruturais;
  • condicionamento de potência — inversor e controlador de carga;
  • armazenamento — bateria.

Para saber com mais detalhes sobre cada um dos itens descritos acima, basta acessar o artigo “Quais são os componentes de um sistema fotovoltaico?”, disponível em nosso blog.

Como funciona um sistema solar off grid?

Antes de mais nada, é importante você saber que assim como os sistemas on grid, o sistema solar off grid tem como fonte de energia os módulos fotovoltaicos. Estes, convertem a radiação solar em corrente elétrica.

Nesse ínterim, a tensão na saída dos módulos varia ao longo do dia.  Já o banco de baterias, possui uma tensão mais estável. Seja como for, para resolver esse problema, temos o controlador de carga.

Por fim, conecta-se o banco de baterias em um inversor, que converte a corrente e tensão contínuas (dos módulos e baterias), em corrente e tensão alternadas.

Como resultado, o sistema abastece os aparelhos domésticos e eletrônicos, que usarão a energia de forma direta.

Aplicações dos sistemas fotovoltaicos off-grid

Hoje em dia, a escolha de um sistema solar off grid é feita, sobretudo, para levar energia elétrica em locais remotos. Ou seja, que não são atendidos pela rede elétrica.

Sendo assim, o uso desses sistemas, é para locais específicos. Por exemplo: bombeamento de água, eletrificação rural, de cercas, radares, postes de luz, entre outros.

energia solar off grid

Nesse tópico, vale lembrar também do “Programa Luz para Todos” (LPT), que ocorreu no início dos anos 2000.

O objetivo do LPT, era levar energia elétrica às regiões rurais e/ou às casas que ainda não a tinham e, além disso, antecipar a universalização do acesso à energia elétrica.

De acordo com dados do Censo 2000, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existiam no Brasil mais de 2 milhões de domicílios rurais sem acesso a energia elétrica. Em outras palavras, mais de 10 milhões de brasileiros não atendidos por esse serviço público.

Como resultado, no fim de 2013, o programa completou 10 anos e atingiu a marca de 15 milhões de pessoas beneficiadas. Tudo isso, graças ao sistema de energia solar off grid!

Se você tem interesse em levar energia aos lugares mais remotos e popularizar ainda mais essa tecnologia, faça sua matrícula no Curso EAD 2 em 1: Projetos de Sistemas Fotovoltaicos e Instalações Elétricas, agora mesmo.

Eu posso instalar um sistema de energia solar com baterias na minha residência e dar adeus a distribuidora?

Essa é uma dúvida recorrente entre muitos consumidores. Contudo, a “história não é bem essa”. Então, vamos lá!

Desde que seu sistema seja autônomo (off grid), você pode sim se livrar da distribuidora.

Nesse sentido, recomenda-se esse tipo de sistema apenas em locais onde a energia da distribuidora não chega. Pois, isso vai custar bem caro devido ao banco de baterias.

No entanto, se você tiver um poder de compra um pouco maior e espaço disponível em sua residência (nos centros urbanos e com acesso à rede), uma ótima opção é instalar um sistema fotovoltaico híbrido (para saber mais sobre esse tipo de sistema, clique aqui.).

Perspectivas para o futuro do armazenamento no Brasil

Em conclusão, como você pôde ver, um sistema de energia solar off grid promove liberdade e garante autonomia ao consumidor. Além disso, possibilita a gestão de consumo e proteção contra falhas na rede.

Essas, são só algumas das vantagens desse tipo de sistema, que segue crescendo cada vez mais no Brasil.

De acordo com o diretor da NewCharge Projetos e coordenador do GT (Grupo de Trabalho) de Armazenamento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), Markus Vlasits, as baterias tem a previsão de queda de preços de até 95%, em 2030. Com isso, o mercado brasileiro de armazenamento de energia poderá atingir uma capacidade instalada de 18 GWh e um faturamento cumulativo de mais de R$ 40 bilhões.

Seja como for, para começar a produzir energia limpa e renovável, reúna todas as informações e estude as possibilidades que variam conforme a sua necessidade. Seja em sua residência, estabelecimento comercial ou indústria.

Aprenda a dimensionar e elaborar um projeto solar fotovoltaico desconectado à rede (Off grid), agora mesmo com o curso 2 em 1: Projetos de Sistemas Fotovoltaicos e Instalações Elétricas. Visite nossa plataforma EAD e faça já a sua matrícula.

Vem para o mercado que mais cresce no Brasil e no mundo!

Thuany Santos
Jornalista
(16) 3011 – 0547
thuany.nascimento@ocaenergia.com
Oca Energia
Oca Energia
Fundada no ano de 2014, a Oca Solar Energia é uma empresa especializada em capacitação e treinamento em energia solar fotovoltaica. Somos extremamente preocupados com a qualidade e aplicabilidade dos nossos treinamentos, por isso em 2015 firmamos uma parceria com o SENAI que é referência em treinamentos técnicos. Parceria esta que vem crescendo e hoje atende vários estados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *